Birmingham, cidade grande

Birmingham foi a cidade mais feia em que eu estive ate agora. Famosa por ter sido um dos bercos da Revolucao Industrial, Birmigham eh a segunda maior cidade da Inglaterra, perdendo apenas para a capital, Londres.

Quando cheguei la, senti como se estivesse em Sao Paulo, soh que com um pouco mais de roupa do que eu costumava andar por la. Quando paramos o carro e comecamos a andar pelo centro da cidade, me deparei com duas coisas surpreendentes: Birmingham tem um canal cortando seu centro– nunca havia imaginado isso – e o predio mais feio que eu ja vi em toda a minha vida. Fiquei por la dois dias e aproveitei pra me inteirar mais sobre a historia da cidade.

Veneza? Nao, Birmingham!

Birmingham fica exatamente no centro geografico da Inglaterra, a quase tres hora de Bournemouth. Coincidentemente, o fim de semana em que fui pra la foi o mais quente do ano e eu estava meio que revoltado com isso. Oras, esperei mais de dois meses pra pelo menos poder tirar o agasalho na praia e, quando tenho a oportunidade, vou pro lugar mais afastado do mar – tipico. Mas beleza, tentei aproveitar a viagem ao maximo mesmo assim.

Aparentemente, Birmingham tem as caracteristicas de toda e qualquer grande cidade. Ruas sujas, grandes predios comerciais, lojas para todos os gostos e restaurantes para todos os paladares. Dizem as mas linguas que la eh possivel encontrar o melhor curry da Inglaterra pelo melhor preco – nao achei.

Por falar em curry, como tem estrangeiro em Birmingham! Serio, andando no centro, 80% das pessoas que voce encontra sao estrangeiros. Principalmente pessoas vindas do Oriente Medio. Acredito que isso seja por conta do grande numero de estudantes da Universidade de Birmingham, uma das mais antigas do Reino Unido.

O predio mais feio que ja vi na minha vida

Mas, apesar de nao ser do meu gosto, o que realmente impressiona em Birmingham eh a arquitetura. A cidade tem um mix interessante de construcoes muito antigas e predios ultramodernos. O hospital, que atualmente fica em um edificio construido no seculo XIIX esta de mudanca para um novo impressionante supercomplexo que esta sendo construido bem ao lado. Imagino que o antigo devera se transformar em museu, o que seria mais um ponto interessante.

A esquerda, o novo hospital. A direita, o velho e sua clock tower

Essa area da cidade, por sinal, foi a que eu mais gostei. Alem do hospital, tem o principal campus da universidade, que possui predios incriveis e sempre gente jovem por perto.

Na hora do almoco, fomos a um japones que amigos sugeriram – Woktastic – fica perto da praca Victoria, no centro. Sabe aquele tipo de sushibar em que o sushiman fica fazendo os pratos enquanto as pessoas ficam sentadas em volta dele? Pois eh, o lugar tem esse estilo, alem da comida, que era fantastica. Acho que nunca comi tanto na minha vida – 10 libras e All You Can Eat!!

No fim das contas, achei que apenas 2 dias nao sao suficientes para aproveitar tudo o que Birmingham tem para oferecer. A cidade eh grande e tem muita coisa pra fazer. Acho que ainda volto la, principalmente quando quiser me sentir um pouco em Sao Paulo.

Anúncios

5 Respostas para “Birmingham, cidade grande

  1. sabe de alguma coisa se birmihgam eh a cidade mais poluida da europa???

  2. po, ta viajando pra caralho hein mulekk

  3. o irmaozinho, nao esquece que to colando aih em junho se tudo der certo hein
    se cuida!!!

  4. muito bom seu blog.. adorei.. to planejando um tour pela europa ano que vem.. vc vai ser bemm utilll

  5. thiiiiiii!
    nem sabia q vc tava viajandoo meu
    vou ficar de oulho no teu blog
    bjssssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s