Como as coisas funcionam por aqui

 

Abril foi um mes atarefado pra mim e, por conta disso, andei meio em falta com o blog. Agora, aproveitando o feriadao de May Day pra descansar, resolvi sentar e escrever um pouco.

Desde que cheguei a Inglaterra, sempre quis fazer um post sobre como as coisas funcionam por aqui. Agora, depois de quase tres meses, acho que ja vi coisa suficiente pra relatar no blog. Claro que as diferencas entre Brasil e Reino Unido nao terminam apenas no clima e na alegria das pessoas. Nunca tinha passado tanto tempo fora do Brasil e, nesse periodo, acumulei algumas experiencias interessantes, mas, pra mim, uma das melhores coisas eh observar as diferencas entre os habitos britanicos e os brasileiros. 
 

Pubs
Ah, os pubs. Como eu os amo. Serio, poderia passar dias vivendo dentro de um pub. Diferente dos pubs que eu conhecia em Sao Paulo – falo de O’Malleys, All Black e Rhino – os daqui nao sao sinonimo de balada e precos altos. Pelo contrario, eh um lugar para toda a familia comer, beber, assistir TV, ler jornal, conversar… enfim. Faz parte da cultura inglesa. Mas, se durante o dia os pubs sao uma area de lazer onde vc pode comer e beber cerveja de qualidade por um preco amistoso, durante a noite, muitos deles se transformam em um lugar para paquerar, conhecer gente e fazer o famoso esquenta pre-balada. Ah, eu amo os pubs. 

Meu pub favorito, 60 Million Postcards

Calor
Pode ter certeza. Se tiver 15 graus la fora, ta todo mundo de camiseta e com as pernas de fora. Os ingleses go crazy quando o clima ta bom. Morando em cidade litoranea, percebo muito isso. Enquanto eu to vestindo blusa, jaqueta e jeans pra passear com o cachorro, tem gente na praia sem camiseta soh porque o ceu ta azul e a temperatura ta acima dos 15 graus. Loucura, bixo!

Busao
Como uma das principais caracteristicas do povo que nasce nesta terra eh a pontualidade, a populacao precisa de um sistema de onibus pontual e eficiente. Nao sei como eh nas outras cidades, mas aqui em Bournemouth – onde os engarrafamentos sao raros – ha duas empresas de onibus que sao extremamente pontuais e que cobram de acordo com a distancia que vc percorre. Por exemplo, se eu quiser pegar um onibus daqui de Westbourne para o centro, eu pago £1,30 para o motorista (isso mesmo, sem cobrador). Mas se eu for pra Southbourne, o valor sobe para £1,90. Interessante, pontual e caro!  

Voltando ao esquema da pontualidade, lembrei de um problema. Se, por exemplo, o busao chega no ponto antes do horario que deveria chegar, ele fica parado esperando ateh dar o horario certinho pra sair. Justo, porem se vc esta com pressa, isso frita seus nervos.

Reciclagem
Uma das primeiras coisas que notei aqui foi que todas as casas possuem pelo menos duas lixeiras – uma pra lixo organico e outra pra reciclavel. No Brasil, tem sempre aquele ecochato falando na TV pra gente separar o lixo reciclavel do organico, mas o problema eh que, pelo menos em Sao Paulo, isso nunca funcionou e nem foi colado em pratica. Ja tentei diversas vezes separar o meu lixo, mas pouco adiantava ja que os funcionarios da limpeza do meu predio sempre misturavam tudo de novo. Entao nunca achei que valeria a pena continuar. Soh que aqui o buraco eh mais embaixo. Todo mundo tem que separar o lixo em casa e dispensa-lo em uma das duas lixeiras concedidas a cada imovel pelo Conselho da cidade – tipo uma prefeitura – para lixo reciclavel ou organico. Quem nao seguir as regras e nao separar o lixo pode ser multado.Uma outra coisa interessante eh o fato de que a maioria das pessoas levam suas proprias sacolas quando vao ao mercado. Isso foi moda no Brasil em meados de 2007, mas nao pegou. Aqui nao eh moda, eh comportamento. E, em alguns mercados, se vc nao levar sua propria sacola, vc tem que pagar por cada nova sacola que vc precisar. Importante isso em um pais cujas fontes e recursos naturais sao escassos e onde alcool eh apenas coisa que serve pra beber e nao pra abastecer o carro. 

Self-service
Falando em combustiveis,  me senti numa cena de filme a primeira vez que abasteci o carro por conta propria. Apesar de ter esquecido de fechar a tampa do tanque e sair com o negocio pendurado no lado do carro, foi interessante. Pois eh, aqui a gente eh que tem que sair do carro, abastecer, pagar e tudo mais. Sem frentista no posto de gasolina. Nao sei isso eh bom ou ruim, mas eh diferente. As vezes acho que demora mais, pois a gente tem que sair do carro, passar o cartao, abastecer, fechar o tanque e voltar pra dentro do carro. Mas algumas vezes acho que eh mais rapido. Lembro, por exemplo, de uma vez em que, quando ainda estava no Brasil, parei num posto com a minha noiva pra abastecer e o frentista tava demorando pra atender a gente porque tinha dado um problema no cartao de um outro cara. Enquanto isso, a gente ficou ali sem poder fazer nada, soh esperando. Ela me perguntava ‘por que vc nao abastece por conta propria’, ‘ha, ha, nao eh assim que as coisas funcionam por aqui’.    

Outra coisa legal eh que agora ateh alguns supermercados tem esse sistema de self-service. Nao precisa de operadora de caixa, vc mesmo escaneia os produtos que quer comprar, empacota, paga e vai embora, muito mais rapido.Estacionamentos aqui sao todos publicos. Nao existem aquelas grandes redes que cobram o olho da cara soh pra te dar um lugar pra parar o carro. Nos estacionamentos, nao existe nenhum funcionario. Assim como no posto, vc paga pra uma maquina, que muitas vezes fica com seu troco. Nao existem manobristas e nem vallets, vc se vira. Pelo menos eh baratinho.

Contas
Desde que moro aqui nesse flat, ainda nao vi nenhuma conta de luz, gas, ou agua chegar. Por aqui, em vez de chegar todo mes, as contas de despesas domesticas aparecem a cada 2 ou 3 meses. Um pouco baguncado esse sistema, mas pelo menos vc nao precisa ficar preocupado em pagar todo mes. 
Aqui cada imovel, alem dos servicos extras como telefone, internet, TV a cabo, deve pagar uma taxa para o conselho – tipo um IPTU – que tem o valor variado dependendo de onde vc mora, a licensa de TV, que eh uma taxa anual que vai direto pra BBC e gas, que geralmente eh a mais cara por conta dos chuveiros, pias e aquecedores.

Comida e piadas
Nao quero me prolongar muito nesse topico porque cada uma dessas duas palavras valem um post, mas uma coisa tem que ser dita: um ingles prefere ser conhecido pelo seu senso de humor do que por ser bom com as mulheres. Outra coisa: o povo ingles eh obsecado por comida. As conversas, as reunioes, os programas de TV, tudo eh relativo a comida nesse pais. Isso sim me faz go crazy!

Esses foram os primeiros topicos deste post, que prentendo manter sempre atualizado cada vez que encontrar mais coisas loucas, doentis ou interessantes nesse lugar. Copiando meu querido Toquinhas, That’s all folks!

Anúncios

2 Respostas para “Como as coisas funcionam por aqui

  1. curti esse post, realmente interessante ler essas coisas sobre os ingleses, alem de tudo uma dica cultural sobre os pubs :]] . leria mais posts assim.
    abraço!

  2. Mano… eu vou me jogar em algum avião aqui não quero nem saber…hahahahahah preciso muito conhecer ai…ficar um tempo por ai… falta um semestre pra me formar heim!!

    aquele abraço saudade ve se vem logo pro seu país seu motherfucker!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s